+55 (19) 3272-5199

Desde 1976 oferecendo soluções em áudio profissional para sonorização, gravações ao vivo, projetos especiais e intercomunicação digital.

Museu do Barrageiro - Hidrelétrica Itaipú

História

A Usina de Itaipu foi resultado de intensas negociações entre Brasil e Paraguai durante a década de 1960. Em 22 de julho de 196610 , os ministros das Relações Exteriores do Brasil, Juracy Magalhães e do Paraguai, Sapena Pastor, assinaram a "Ata do Iguaçu", uma declaração conjunta de interesse mútuo para estudar o aproveitamento dos recursos hídricos dos dois países, no trecho do Rio Paraná "desde e inclusive o Salto de Sete Quedas até a foz do Rio Iguaçu".11 O Tratado que deu origem à usina foi assinado em 1973.

Em 1970, o consórcio formado pelas empresas PNC e ELC Electroconsult (da Itália) venceu a concorrência internacional para a realização dos estudos de viabilidade e para a elaboração do projeto da obra. O início do trabalho se deu em fevereiro de 1971. Em 26 de abril de 1973, Brasil e Paraguai assinaram o Tratado de Itaipu, instrumento legal para o aproveitamento hidrelétrico do Rio Paraná pelos dois países. Em 17 de maio de 1974, foi criada a entidade binacional Itaipu, para gerenciar a construção da usina. O início efetivo das obras ocorreu em janeiro do ano seguinte. Um consórcio de construtoras, liderado pela Mendes Júnior, executou o projeto.

As duas últimas das 20 unidades de geração de energia elétrica começaram a funcionar entre setembro de 2006 e março 2007, elevando a capacidade instalada para 14.000 MW, concluindo a usina.

Projeto

O Espaço do Barrageiro é um projeto desenvolvido pelo PTI – Parque Tecnológico Itaipu, em parceria com a Itaipu Binacional.

Tem como objetivo principal: Conceber um espaço para resgatar, preservar, valorizar e difundir a memória dos barrageiros da Itaipu Binacional, através de recuperação histórica, contribuindo para o aumento do fluxo e permanência do turista no CTI.

A partir de 2010, o Projeto passou a integrar o Programa de Desenvolvimento para o Turismo, especificamente na área de Patrimônio, Identidade e Representações Culturais. Tem como objetivos específicos:

  • Manter viva a memória dos barrageiros que trabalharam na Usina, apresentando aos visitantes um espaço físico no qual será demonstrada a história de milhares de trabalhadores e seu modo de vida, nas décadas de 70 e 80, através de imagens e sons;.
  • Prestar uma justa homenagem aos que perderam a vida em acidentes de trabalho na Usina;.
  • Mapear, reunir e guardar o valioso registro histórico de áudio, vídeo e imagem referentes a vida de brasileiros e paraguaios que trabalharam na construção da Hidrelétrica de Itaipu;.
  • Ser um espaço de pesquisa e aprofundamento da memória da Itaipu, e como consequência, de todo o setor elétrico brasileiro e paraguaio, recebendo visitantes e tornando-se mais uma atração do Complexo Turístico da Itaipu;.
  • Reforçar a boa imagem da Itaipu Binacional e do PTI, possibilitando que sejam reconhecidos pela valorização de seus trabalhadores de ontem e de hoje, preocupando-se com a sua identidade cultural, tornando-se um importante agente transmissor de comunicação e cultura.

O local escolhido foi um dos antigos alojamentos, onde viviam os barrageiros da Itaipu durante a construção da obra, no PTI - Parque Tecnológico Itaipu.

Contextualizando historicamente as décadas de 70 e 80, dará a exata noção do valor desses operários, mostrando seu trabalho durante as etapas da construção da obra, suas moradias, trabalho, esporte, lazer, religião, entre outros temas.

Métodos

Para a compreensão do que representa a vida e o trabalho dos barrageiros da Hidrelétrica Itaipu e de tudo que será apresentado no espaço, é preciso aproximar o visitante da época da construção da usina, fazendo a conexão necessária para tornar a experiência do visitante mais significativa.

A apresentação será feita através de vídeos e obras de artes expostas no local.

Pretende-se criar no seu interior vários diferentes ambientes, que possibilitarão aos visitantes experimentar uma imersão ao passado, através da interatividade com equipamentos, imagens, luz e som.

Equipamentos